FAQ

  • FAQ Portal do Investidor
  • Companhias
  • Como posso atualizar uma posição acionária?

    Deverá contatar a companhia envolvida, manifestando sua pretensão. Os dados cadastrais das companhias abertas estão disponibilizados no site desta comissão, (www.cvm.gov.br), no link "Participantes do Mercado".

    Como posso obter a cotação de uma ação?

    As cotações das ações negociadas em bolsa e em mercados de balcão organizado são divulgadas pelas próprias entidades administradoras desses mercados. A BM&FBOVESPA, como principal entidade administradora de mercados secundários de ações, divulga as cotações em seu site. Em casos específicos, a CVM deverá ser consultada. Cabe alertar que os jornais de grande circulação divulgam as cotações praticadas na BM&FBOVESPA.

    Como posso ter acesso às demonstrações financeiras de companhias abertas?

    As demonstrações financeiras e os atos societários das companhias abertas estão disponibilizados no site da CVM, (www.cvm.gov.br), no link "Companhias Abertas".

    Como proceder para a venda de ações?

    Em primeiro lugar, o acionista deverá verificar se os títulos estão atualizados, ou seja, se recentemente contatou a companhia e verificou se houve mudança na quantidade de ações que possui. Se os títulos estiverem desatualizados, deverá ser recomendado ao investidor contatar a companhia para a atualização. Depois de proceder a atualização, o acionista deverá procurar uma corretora ou distribuidora de valores mobiliários, manifestando sua pretensão. A listagem das corretoras e distribuidoras está disponibilizada no site desta comissão, (www.cvm.gov.br), no link "Participantes do Mercado".


     

    Qual o prazo para a entrega dessas informações na CVM?

    FR (Formulário de referência): até 05 (cinco) meses a contar da data de encerramento do exercício social; na data de registro de distribuição pública de valores mobiliários; e, se emissor categoria A, em até 07 (sete) dias úteis contados da ocorrência de fatos listados nos incisos do parágrafo 3º do artigo 24 da instrução CVM 480.


    DFP (demonstrações financeiras padronizadas): pelo emissor nacional em até 3 (três) meses contados do encerramento do exercício social ou na mesma data de envio das demonstrações financeiras, o que ocorrer primeiro; e pelo emissor estrangeiro em até 4 (quatro) meses do encerramento do exercício social ou na mesma data de envio das demonstrações financeiras, o que ocorrer primeiro.


    DF (demonstrações financeiras): na data em que forem colocadas à disposição do público, que não deve ultrapassar, no caso de emissores nacionais, 03 (três) meses, e no caso de emissores estrangeiros, 04 (quatro) meses a contar da data de encerramento do exercício social.


    ITR (informações trimestrais): 45 dias após o término do trimestre, ou seja, 1º itr até 15.05, 2º itr até 15.08 e 3º itr até 15.11. Exceção: a companhia aberta com registro para negociação de seus títulos e valores mobiliários em bolsa de valores ou mercado de balcão organizado, cujo faturamento bruto consolidado no exercício imediatamente anterior tenha sido inferior a R$ 100.000.000,00 (cem milhões de reais), terá o prazo de 60 dias para a entrega do ITR. Vencido o prazo acima mencionado, as companhias ainda estão obrigadas a entregar as informações, além de ficarem sujeitas ao pagamento de multa por dia de atraso na entrega.