Cotas

Um fundo é organizado sob a forma de condomínio e seu patrimônio é dividido em cotas, cujo valor é calculado diariamente por meio da divisão do patrimônio líquido pelo número de cotas do fundo.

O patrimônio líquido é calculado pela soma do valor de todos os títulos e do valor em caixa, menos as obrigações do fundo, inclusive aquelas relativas à sua administração. As cotas são frações do valor do patrimônio do fundo.

Exemplo: Um investidor aplica $2.000 em cotas de um fundo que, na data do investimento, possui um patrimônio líquido de $500.000 e 100.000 cotas.

A partir destas informações, é possível calcular:

  • O valor da cota na data da aplicação: $500.000 / 100.000 = $5
  • O número de cotas adquiridas pelo investidor: $2.000 / $5 = 400
  • Total de cotas do fundo após a aplicação: 100.400
  • Patrimônio Líquido após a aplicação: $ 502.000,00
  • Valor da cota após a aplicação: $ 502.000,00 / 100.400 = $ 5,00.

Como deveria ser, a entrada de um novo cotista não altera a posição dos demais cotistas do fundo.

Supondo que, num determinado intervalo de tempo, o patrimônio líquido sofra um aumento de 20% (sem considerar a entrada ou saída de cotistas). Neste caso, o valor da cota aumentará ($602.400 / 100.400 = $6,0), da mesma forma como o valor a resgatar (400 x $6,0 = $2.400).

E se quisermos calcular a rentabilidade no período, basta dividir o valor da cota no resgate pelo valor na data da aplicação e ajustar para percentual: $6,0 / $5 = 1,2 ou 20%, conforme o aumento do valor do patrimônio líquido.

 

Continue aprendendo sobre os fundos de investimento.